terça-feira, 1 de março de 2016

Depressão o mal que chega sem avisar


Já falamos um pouco sobre ansiedade, agora vamos falar um pouco sobre esse mal que chega sem avisar, e costuma ser descoberto depois de alguns anos que já se instalou.
Falo sobre essa doença com conhecimento de causa, pois fui vítima e passei por diversos tratamentos até conseguir encontrar alívio.
Pra você que acha que é frescura, abra os olhos, pois não haveriam remédios e tratamentos médicos se fosse apenas um chilique de gente fresca, você não acha?
Quando essa doença se instala em pessoas com mais instrução e poder aquisitivo, o combate fica mais fácil, mas quando aparece na vida de quem não tem recursos econômicos para tratamento, ou pelo menos um pouco de conhecimento sobre si mesmo, fica praticamente impossível sair dessa situação.


Vamos lá, você sabe exatamente o que é??
A depressão é uma doença. Há uma série de evidências que mostram alterações químicas no cérebro do indivíduo deprimido, principalmente com relação aos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina e, em menor proporção, dopamina), substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células. Outros processos que ocorrem dentro das células nervosas também estão envolvidos.
A gravidade da depressão é que ela é uma doença física que ataca a parte afetiva.
É um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. No sentido patológico, há presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima, que aparecem com frequência e podem combinar-se entre si. É imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado. Há casos em que acompanhamento médico e psicoterapia apenas aliviam os sintomas e a pessoa fica como um zumbi procurando um sentido para a vida, sem ver graça em nada.
Claro que o tratamento médico e psicoterapêutico são fundamentais, mas se não houver realizações, alegrias e relacionamentos positivos e amor, não haverá nenhum progresso, apenas controle de situação.
Para se chegar a cura e viver em paz, você precisará olhar para sua alma de frente e assumi-la, com amor. Entregue-se verdadeiramente a você mesmo, se aceite do jeito que você é de verdade. E acredite que sua opinião a seu respeito está correta.
Persiga seus sonhos, comece com os menores, as pequenas realizações já te farão mudar de ânimo. Nunca pare com os medicamentos por conta própria e a menos que você seja ateu, procure uma religião que se identifique, sua alma lhe ajudará na escolha.
Se essa escolha ferir seus familiares, procure manter em segredo até que as melhorias em seu estado depressivo sejam notáveis. Acredite, quem te amar de verdade e quiser seu bem, depois de comprovar as melhorias vai te apoiar.
Vá trazendo aos poucos mais leveza em sua vida, procure administrar seus pensamentos. Pensamentos de medo e todos os que te causam palpitações devem ser substituídos por pensamentos que te tragam alegria e otimismo.
Num momento de crise, ocupe sua mente com atividades que a faça trabalhar ao invés de lhe causar medo e ansiedade.
Exemplo: Jogar palavras cruzadas, fazer artesanato, tricô, assistir filmes com paisagens bonitas e histórias de pessoas que vencem, e se tiver condições faça atividade física.
A atividade física é o que tem de mais difícil pra fazer para alguém que está depressivo. Mas experimente fazer algum tipo de luta marcial, extravasar a raiva, isso vai lhe dar prazer, e será mais fácil de manter.
Se estiver em uma fase que não sabe pra onde ir, procure terapias alternativas como reiki, cromoterapia, aromaterapia, meditação, essas terapias ajudam a equilibrar sua energia corporal trazendo alívio e até mesmo a cura total se você se empenhar em se tratar, pois equilibram os chakras e combatem energias negativas.

Autoria: Luciana Lara
 Pedagoga e Terapeuta holística/ Coach

Caso queira experimentar tratamento holístico, não deixe de nos procurar:
Consultas via Skype.
Watsapp: (11) 999039684, luciana@terapiasecoaching.com.br

Boa sorte!!!
banner
Previous Post
Next Post

0 comentários:

Popular Posts

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *